Como perceber a Depressão – Conflito Interior

Depressao

Depressão é uma doença mental. É um estado de humor caracterizado pela constante presença de tristeza e perda de interesse nas coisas do dia-a-dia (desinteresse em atividades que desfrutava).

As formas de pensar e agir são afetadas negativamente. Felizmente é tratável!

É um problema persistente, não passageiro, que em média dura entre 6 a 8 meses.
O estado de depressão é diferente das alterações de humor passageiras pelas quais todos passamos durante a nossa vida normal e saudável. Pois dura meses e afeta a vida pessoal e profissional da pessoa doente.

Depressao

Sintomas da depressão

O estado de depressão pode ser considerado ligeiro a grave; para isso depende dos seus sintomas:
• Sentimento constante de tristeza
• Perda de interesse nas atividades de que gosta
• Alterações do apetite (perda de peso)
• Perda da líbido
• Dificuldades em dormir ou sentir-se sempre sonolenta
• Perda de energia
• Agitação ou retardação psicomotora
• Aumento do cansaço
• Sentir-se constantemente culpada
• Sentir-se incapaz
• Dificuldade em pensar, concentrar ou tomar decisões
• Pensamentos constantes de morte/suicídio
• Ter mau aspeto (olhos lacrimejantes, aspeto miserável)
• Postura incorreta
• Alterações de linguagem (exemplo: voz arrastada)
Para que a depressão seja diagnosticada, os sintomas devem durante no mínimo duas semanas. Mas sem nunca esquecer que alguns problemas de saúde, como problemas de tiroide, tumores ou falta de vitaminas, podem imitar os sintomas de depressão!

A depressão é diferente de tristeza ou pesar/luto!

É certo que a morte de um ente querido é difícil de ultrapassar. E é normal que durante semanas a pessoa se sinta triste por isso. No entanto não deve ser considerada depressão! É um processo natural e único. Mas se esse estado de espírito durar mais tempo do que o esperado pode ser considerado como uma depressão de luto.

Causas da depressão

Não são ainda totalmente conhecidas, pois devem-se à conjugação de vários fatores como:
• Fatores genéticos – familiares diretos que sofram de depressão
• Fatores ambientais – exposição a violência, rejeição
• Fatores bioquímicos – certos químicos cerebrais contribuem para a depressão
• Fatores psicológicos – pessoas que já tenham passado por alguma depressão
• Eventos de vida – perda de entes queridos, divórcio
• Personalidade – pessoas com baixa autoestima, estratégias mal sucedidas
• Traumas infantis
• Toma de medicação
• Lesões antigas
• Doenças crónicas
A depressão é mais comum entre as mulheres

Partilhe Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest

Deixe uma resposta